Postagens

Mostrando postagens de Março, 2013

É outono, pode ser?

Imagem

Pode entrar!

Imagem

ok?

Imagem

one love!

Imagem

viver com ela, a Fé!

Imagem
"O espiritual não está necessariamente fora da gente, é como devemos levar nossas vidas, é o nosso compromisso com o nosso estar no mundo. Significa ter Fé, e confiança nas suas ações e resultados. Ter Fé que você pode despertar a mente e seguir um caminho que valha a pena. A Fé mora no coração; o insight, na mente. E é só quando conseguimos unir mente e coração que conseguimos afastar o medo do  desconhecido e nos colocarmos no aqui e agora. Não tenha medo de assumi-la de colocá-la no mundo".


"...e eu pensando em como a mente humana é poderosa, como podemos nos perder completamente por causa de inseguranças, do medo das mudanças, do desconhecido. Tantas vezes tive que me reinventar, tentar, ganhar, errar, tentar de novo, perder, abrir mão, correr, voltar. Essa minha resignação tem uma cama pra dormir à noite e descansar, que se chama Fé".

Um dos livros mais realistas e inspiradores que já li. Lindo! Obrigada Cissa e Tissa!

que seja doce.

Imagem

Pra alimentar a alma...

Imagem
Mas o que faz a dor? A dor quando bem vivida, percebida, acolhida, não passa de uma forte emoção. Nem toda dor é causada por alguém: dor de amor é a mais vulgar (no sentido de ser a mais comum), dor existencial é uma transcendência. Não evito minhas dores, vou até o cerne dos sentimentos, vejo-a tão vital quanto a alegria. Pois se, através deste processo também me vem a necessidade de autoinvestigação e evolução interna, por mais desnorteada que eu me veja enquanto inserida no emocional da situação, é esse desconforto que me indica o degrau acima, me tira da zona de conforto, me instiga a buscar uma nova direção.

A dor bem aproveitada não deve ser temida, deve ser usada como ferramenta para o autoconhecimento, extirpação do mal-resolvido, para o crescimento. Eu não temo a dor, nem emoção alguma, se assim fosse, até a alegria me incomodaria. O que não permito é que ela me leve ao estado da prostração, da autopiedade ou de algo que não aceite regeneração.

Dor transmuta-se. E o Tempo dono …