Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2016

2016 – ano que exigiu da gente coragem

Imagem
2016, eu não sei que dança maluca de astros foi essa, mas é fato que 10 de 10 pessoas que eu pergunto como foi o ano respondem algo como: tenso, denso, intenso.

Parece que nesse ano a vida pegou pesado com a gente, exigindo aprendizados e evoluções, pedindo que cumpríssemos lições antigas, que entendêssemos um pouco melhor nossa missão, que fechássemos ciclos e nos reinventássemos.

Aqueles velhos desafios, aquelas provas que a gente deixava pra depois, aquele contato com o nosso profundo que não ousávamos ter, desculpando-nos com a falta de tempo e com o acúmulo das tarefas importantes da vida, neste ano não tivemos como prorrogar de novo. A vida foi incisiva: evolua logo pessoa de Deus! Agora é a sua verdade ou o mundo te atropelando.

Ano que exigiu da gente coragem: os mais humildes tiveram que aprender a impor limites, a falar não, a amar mais a si próprios, a expressar opiniões, a mostrar a voz.

Como nunca, o mundo precisou ouvir os que têm a alma mais serena e andaram se esconde…

thankful.

Imagem

open.

Imagem

paz.

Imagem
Existe um conto muito interessante sobre as nossas escolhas e de como encontrar a paz. Ele conta que certa vez um rei teve de escolher entre duas pinturas, qual mais representava a paz perfeita. A primeira era um lago muito tranqüilo, este lago era um espelho perfeito onde se refletiam algumas plácidas montanhas que o rodeavam, sobre elas encontrava-se um céu muito azul com nuvens brancas. Todos os que olharam para esta pintura pensaram que ela refletia a paz perfeita. Já a segunda pintura também tinha montanhas, mas eram escabrosas e não tinham uma só planta, o céu era escuro, tenebroso e dele saíam faíscas de raios e trovões. Tudo isto não era pacífico. Mas, quando o rei observou mais atentamente, reparou que atrás de uma cascata havia um pequeno galho saindo de uma fenda na rocha. Neste galho encontrava-se um ninho. Ali, no meio do ruído da violenta camada de água, estava um passarinho calmamente sentado no seu ninho. Paz Perfeita. O rei escolheu essa segunda pintura e explicou: &…

Mahmundi

Imagem

ar.te

Imagem
Imagem
Nossa capacidade de sorrir é um traço tipicamente humano. Quando sorrimos, tornamos felizes os outros e, da mesma forma, sentimo-nos felizes se os outros nos sorriem. Por outro lado, ninguém gosta de um semblante carrancudo. Assim é a natureza humana. Ao contrário, se sorrimos com sinceridade, todos se mostram contentes. Isso demonstra o prazer inato que encontramos na amizade. A natureza humana leva-nos a viver na amizade e em harmonia .  Nossa vida se torna então feliz e cheia de sentido. ::Dalai Lama

SERENE Sounds + kev + cehryl

Imagem

abrace.

Imagem
"A duração média de um abraço entre duas pessoas é de 3 segundos.
Mas os pesquisadores descobriram algo fantástico.
Quando um abraço dura 20 segundos, há um efeito terapêutico sobre o corpo e mente.
A razão é que um abraço sincero produz um hormônio chamado "oxitocina", também conhecido como o hormônio do amor.
Esta substância tem muitos benefícios na nossa saúde física e mental, ajuda-nos, entre outras coisas, para relaxar, para se sentir seguro e acalmar nossos medos e ansiedade.
Este maravilhoso calmante é oferecido de forma gratuita cada vez que temos uma pessoa em nossos braços."


less.

Imagem

ceramic.

Imagem

Lianne.

Imagem

Lá.

Imagem

VIAJE, PERMITA-SE, VIVA

Imagem
Tente não se prender, não se restringir. Procure estar rodeado de pessoas que estejam na mesma sintonia que você, e que vibram pelo outro como se fosse com elas mesmas. Viajar não é só viajar. É estar entregue e ser um fato raro, um fato que você gostaria que os outros tivessem a oportunidade.
Quando estamos fechados em determinados metros quadrados, não nos damos conta de quantos outros metros quadrados esperam por nós. Isso é o significado de quem não viaja. Infelizmente, limita-se a cidade em que vive e cria suas raízes ali.
Mas não significa que viajar vai fazer com que você abra os olhos e enxergue outra forma de ver o mundo. Há sempre uma coisa que tem que andar conosco. Sensibilidade. Essa palavra mágica evidencia o que há de mais bonito na vida, e o que mais merece atenção e valor. É a partir dela que verá o quanto não se sabe sobre o mundo e a vida, por mais que saiba, por mais que estude. É a partir dela que verá como existem situações piores e que muitas vezes reclamamos de…

Photograph of the Day - Kitting Around

Imagem
What kid—or kit—wouldn’t like to play in the rain? After months of trying, Your Shot photographer Vladislav Kamenski caught this little fox frolicking in a park in Montreal, Canada, early one rainy morning. “It took me approximately three months to create this shot,” Kamenski writes. “Sometimes the rain was too strong or too weak, and sometimes the foxes weren’t there or [in] the wrong spot. But finally my patience paid off, and one day everything came perfectly together.”
PHOTOGRAPH BY VLADISLAV KAMENSKI, NATIONAL GEOGRAPHIC YOUR SHOT
More: http://www.nationalgeographic.com/photography/proof/2016/12/photo-of-the-day-best-of-november/

Gnocchi de batata doce com brócolis. (querendo!)

Imagem
Imagem
Às vezes você simplesmente sente um chamado, você sente que tem que ir e como já disse máfrend #Osho: | permaneça aventureiro. Por nenhum momento se esqueça de que a vida pertence aos que investigam. Ela não pertence ao estático; Ela pertence ao que flui. Nunca se torne um reservatório, sempre permaneça um rio | 
Por @lualtmann

amor.

Imagem