Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2016

5aSecos

Imagem

Somos as coisas que moram dentro de nós

Imagem
Há uma frase de Rubem Alves que diz: “Somos as coisas que moram dentro de nós”. E essa manhã, na mesa do café com minha mãe, recordando emocionadas a trajetória de dona Conceição, minha avó, (há muitos anos falecida), tive certeza desta frase.

Já não é possível caminharmos sozinhos. Depois de certo tempo e algumas vivências, percebemos que nossa bagagem torna-se muito mais ampla, e descobrimos que somos a soma daquilo que vivemos, que descobrimos, que escolhemos, que deixamos pra trás.

Somos a concretização dos planos e a finalização de ciclos. Somos a morte de um tempo e a esperança por novos dias. Somos as cadeiras na calçada de nossa infância, a chaleira apitando na cozinha, o melado raspado no fundo da panela. Somos o relógio marcando a hora de voltar para casa, o andar descalço na ponta dos pés enquanto todos dormem, a flor roubada amanhecendo no chão do nosso quintal. Somos acorde de violão enchendo o ar de uma noite estrelada e a despedida antes da hora prometida. Somos encont…

pq a vida tem que ser COLORIDA!

Imagem

Uniquely Unique

Imagem
“… Because, while we’re each unique, we have far more in common than we’re comfortable admitting. Amplifying our differences may make us feel special, but it’s not particularly useful when it comes to getting better.
Being unique is a great way to hide from the change we need when someone offers us a better future. Learning from the patterns and the people who have come before, though, is the only way any of us advance.”
Uniquely unique, by Seth Godin

happy.

Imagem

daquElas.

Imagem

bay.

Imagem

tentando ser café.

Imagem
Um dia, uma jovem se aproximou do seu pai e, de maneira triste, lhe disse:
— Pai, estou tão cansada de tudo! Tenho tantos problemas no trabalho e na vida pessoal que já não aguento mais... O que eu posso fazer?
Seu pai respondeu:
— Deixa eu te mostrar.
Colocou no fogão três panelas com água e pegou uma cenoura, um ovo e café. Em seguida colocou um ingrediente em cada uma das panelas. Após alguns minutos, apagou o fogo e perguntou para a filha:
— O que aconteceu com o que eu coloquei na água?
— Ah, pai, a cenoura cozinhou, o ovo também. E o café se dissolveu.
— Isso mesmo — respondeu o pai -, mas, se olharmos com mais atenção, perceberemos que a cenoura, que era tão dura, amoleceu e ficou mole. O ovo, que parecia tão frágil e delicado, ficou duro. O aspecto é o mesmo, mas o seu interior mudou completamente, cada um do seu jeito e por causa de uma mesma situação: a água fervendo. A mesma coisa acontece com as pessoas: aquelas que parecem mais fortes podem acabar sendo mais frágeis, e a…

l e v e z a

Imagem