Daqueles sambinhas pra balançar na cadeira!



Alvo certo

Mais se fala em cantar
Mais se espalha a música
Mais desce o que do céu nos cresce
Mais a gente dá a mão
Mais se toca o coração
Mais sobe do chão nossa união

Faço violão meu bastão
Meu bastão voador
Voa até onde der
Vôo e vou onde niguém chegaria a pé
Parece que sempre cresce sentimento da espécie
Quando você aparece
E o nosso pouso é sempre no alvo certo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

café com Amigas!

Um dia Eu Voltaria.